Ajudamos a sua empresa a escolher o melhor comercializador de energia

 

        Envie-nos a sua fatura de eletricidade para i9energia@i9energia.pt

        ou contacte-nos: 914 848 316

  Analisamos gratuitamente o consumo elétrico da sua empresa

Energia

A liberalização do mercado de energia, juntamente com o acréscimo desta componente para as despesas fixas da empresa exigem uma  nova  postura  por parte  do mercado  empresarial  e conhecimento sobre muitas nuances deste mercado.  A gestão  correta desta  componente pode  significar  a poupança  de milhares de euros no fim do período contratual.

Realizamos a análise, aconselhamento e gestão de compra de energia de acordo com cada perfil de consumo para grandes, médios e pequenos consumos;  seja no mercado livre com  preços indexados ao preço diário, mercado de futuros ou com preços fixos. 

  

  

O processo de liberalização dos setores elétricos da maior parte dos países europeus foi efetuado de forma faseada, tendo começado por incluir os clientes de maiores consumos e níveis de tensão mais elevados.

 

Em Portugal foi seguida uma metodologia idêntica, tendo a abertura de mercado sido efetuada de forma progressiva entre 1995 e 2006.

 

Desde 4 de Setembro de 2006 todos os consumidores em Portugal continental podem escolher o seu fornecedor de energia elétrica.

 

Esta data antecipa o cumprimento da Diretiva n.º 2003/54/CE, que estabelece que a partir de 1 de Julho de 2007 todos os clientes de energia elétrica poderão escolher livremente o seu fornecedor de energia elétrica.

 

Associada à liberalização e à construção do mercado interno de eletricidade está um esperado aumento da concorrência, com reflexos ao nível dos preços e da melhoria da qualidade de serviço, a que deverá corresponder uma maior satisfação dos consumidores de energia elétrica.

  

Escolha de Comercializador 

Com a abertura total do mercado, todos os consumidores têm direito a escolher o seu comercializador de energia elétrica.

Para efeitos da escolha do comercializador, são consideradas as seguintes modalidades de contratação de energia elétrica:

  • Celebração de contrato de fornecimento de energia elétrica com comercializadores, no mercado liberalizado.
  • Contratação de energia elétrica nos mercados organizados ou através de contratação bilateral, no caso de clientes com estatuto de agente de mercado.
  • Celebração de contrato de fornecimento de energia elétrica com comercializadores de último recurso, unicamente nas condições legal e regulamentarmente previstas.

A gestão do processo de mudança de comercializador está transitoriamente atribuída ao operador da rede de distribuição em MT e AT (EDP Distribuição), sendo os procedimentos e os prazos de mudança de comercializador aprovados pela ERSE.

Os clientes têm o direito a mudar de comercializador de eletricidade, não existindo um número máximo de mudanças de comercializador ou quaisquer encargos associados à mudança.

Os comercializadores são entidades que exercem a atividade nos termos da licença ou registo atribuídos pela Direção Geral de Energia e Geologia. Os preços praticados pelos comercializadores são livres.

Passos para escolher o comercializador de eletricidade

A liberalização do mercado elétrico representa novas oportunidades de contratar o fornecimento de eletricidade, exigindo, em contrapartida, uma maior necessidade de informação por parte dos consumidores para poderem efetuar escolhas conscientes e informadas que correspondam aos seus interesses.

A escolha de um novo comercializador de eletricidade deve incluir os seguintes passos:

  • Consultar os vários comercializadores que atuam no mercado liberalizado.
  • Comparar as propostas de fornecimento recebidas e verificar qual a oferta globalmente mais vantajosa de acordo com os critérios do cliente (preços, periodicidade de faturação, condições de pagamento, qualidade comercial, serviços oferecidos, condições gerais e particulares dos contratos, duração e condições de denúncia dos contratos, etc.), tendo também em consideração as condições oferecidas pelo comercializador de eletricidade atual.
  • Uma vez escolhido o novo comercializador de energia elétrica e celebrado o contrato de fornecimento, o novo comercializador tratará de todos os procedimentos necessários à mudança de comercializador.

A ERSE disponibiliza nesta página melhor informação que o pode ajudar no processo de seleção do novo comercializador.

A ERSE disponibiliza igualmente um simulador de preços de energia elétrica que permite aos consumidores escolher um comercializador com base no valor dos seus consumos. 

A ERSE disponibiliza ainda um simulador que permite aos consumidores simular o valor anual das faturas de eletricidade, tendo por base a informação sobre os seus consumos.

A 4 de setembro de 2006 a totalidade dos clientes de energia elétrica em Portugal continental passaram a poder efetivamente escolher o seu fornecedor de eletricidade. Tal passo representou o alargamento do conceito de mercado liberalizado para um universo de cerca de 6 milhões de clientes.

Assim, no âmbito do acompanhamento do setor elétrico nacional, reveste-se de particular interesse caracterizar a evolução mais recente do mercado liberalizado, particularmente quanto a número de clientes e a consumos de energia.

A ERSE, consciente da importância que a informação assume na formulação esclarecida das escolhas num ambiente de mercado, passa a disponibilizar publicamente, com periodicidade mensal, um resumo informativo sobre o mercado liberalizado, procurando, desta forma, dar igualmente resposta a um crescente número de solicitações de informação.

Por outro lado, a divulgação dos resumos informativos mensais sobre o mercado liberalizado visa contribuir para o acesso mais transparente à informação do mercado por parte da generalidade dos agentes envolvidos.

Estes resumos informativos são complementados pela informação constante dos boletins mensais sobre o MIBEL - Mercado Ibérico de Eletricidade, elaborados conjuntamente pela ERSE, pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) de Portugal, pela Comisión Nacional de los Mercados y la Competencia (CNMC) e pela Comisión Nacional del Mercado de Valores (CNMV), ambas de Espanha, no âmbito do Conselho de Reguladores. Estes documentos são divulgados mensalmente nas páginas web das referidas entidades.

(fonte: www.erse.pt)


Carrinho 0 Produto Produtos (vazio)    

Sem produtos

A ser determinado Envio
0,00 € IVA
0,00 € Total

Os preços já têm o IVA incluído

Finalizar compra